segunda-feira, 23 de abril de 2012

Palestra de Márcio Seligmann-Silva

Seminário Permanente de Estudos do NPH - 2ª edição - 12 de abril de 2012
Palestra de Márcio Seligmann-Silva*

Dando continuidade ao Seminário Permanente de Estudos do NPH, em sua segunda edição, contamos com a presença do Prof. Márcio Seligmann-Silva no IFCH. Este segundo encontro promovido pelo Núcleo de Pesquisa em História e seu Laboratório de História Oral e outras narrativas, em parceria com o Laboratório de Pesquisa em Psicanálise, Arte e Política – LAPPAP, deu sequência à proposta do Seminário de Estudos Permanentes do NPH. Este Seminário, dirigido à comunidade acadêmica, trouxe agora o Prof. Márcio Seligmann-Silva. Assim, tivemos a oportunidade de ampliar com o autor, as discussões sobre sua obra, anteriormente analisada no “Leituras de Márcio Seligmann-Silva”, na edição anterior do Seminário Permanente de Estudos do NPH, realizada nos dias 26, 27 e 28 de março.

Márcio Seligmann-Silva em sua palestra no IFCH/UFRGS























Após a concorrida palestra em que apresentou o trabalho “A escritura da memória: mostrar palavras e narrar imagens”, realizamos um encontro de pesquisa no NPH onde tivemos a oportunidade de conversar com o Prof. Márcio Seligmann-Silva sobre nossos projetos e pesquisas realizadas pelo Núcleo.

Na sequência, o acompanhamos na abertura da exposição no Memorial do RS, “Arpilleras da resistência política chilena” em seu circuito de Porto Alegre.

Márcio Seligmann-Silva na exposição no Memorial do Rio Grande do Sul

À noite, comparecemos ao lançamento dos livros organizados por Márcio Seligmann-Silva, “Escritas da Violência”, volumes 1 e 2. 

No dia seguinte, assistimos a sua apresentação na mesa “História, memória e justiça”, no Seminário Internacional “Limites e possibilidades da justiça de transição: impunidade, direitos e democracia”, realizado na PUC-RS, uma promoção conjunta do Grupo de Pesquisa CNPq Direito à Verdade e à Memória e Justiça de Transição, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Criminais da PUC/RS, e da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça. 

*Márcio Seligmann-Silva é ensaísta e teórico de Estética é professor de Teoria Literária e de Literatura Comparada do Instituto de Estudos de Linguagem da UNICAMP. Fez doutorado na Universidade Livre de Berlim, foi professor visitante em universidades no Brasil, Argentina, Alemanha e Estados Unidos. É autor, entre outros livros, de Ler o Livro do Mundo. Walter Benjamin: romantismo e crítica poética (Iluminuras/FAPESP, 1999, vencedor do Prêmio Mario de Andrade de Ensaio Literário da Biblioteca Nacional em 2000) e de O Local da Diferença. Ensaios sobre memória, arte, literatura e tradução (Editora 34, 2005, vencedor do Prêmio Jabuti na categoria Melhor Livro de Teoria/Crítica Literária 2006).

Nenhum comentário:

Postar um comentário